09/27/2022


O DARPA (Defense Advanced Research Projects Agency), que é uma agência do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, concedeu um investimento de U$ 3 bilhões de dolares para o Instituto Wyss. O objetivo é ajudar a desenvolver o projeto de Engenharia Biologicamente Inspirada da Universidade de Harvard como parte de seu “Web Guerreiro”, como é chamado o programa para criar um exoesqueleto mole. O Instituto Wyss está estudando os dados biométricos do passeio( andar ou caminhar), como parte de um esforço para desenvolver um exoesqueleto com tecido macio chamado Exosuit suave que utiliza robótica e biomimética para aumentar o sistema músculo-esquelético do utente, como forma de reduzir a fadiga e lesões em soldados, e pessoas com deficiência.
O Exosuit suave usa tecidos controlados por computador e fios que não atuam como suportes tão passivos como vestuários ortopédicos, mas sim, como sistemas robóticos, motorizadas que imitam músculos e tendões do utente para fornecer impulsos programados, que ajudam a aumentar a força e reduzir a fadiga andando sem excesso de massa.
Em muito poucos anos, o Instituto Wyss “Núcleo Faculdade Conor Walsh”, e sua equipe vão trabalhar para mudar radicalmente o paradigma do que é possível em robótica wearable, diz Wyss Institute diretor fundador Don Ingber. O trabalho deles é um grande exemplo do poder em reunir pessoas de várias disciplinas com recursos voltados para traduzir o que primeiro parece um sonho, em um produto que pode transformar a vida das pessoas.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: