Para o PL, Augusto Aras deverá barrar caso entre pastores e o ex-ministro Milton Ribeiro!

Passado poucos dias da prisão do ex-ministro Milton Ribeiro pela Polícia Federal, e toda a discussão que veio à galope com sua soltura quase que imediata, a percepção que se tem, é de que o Procurador Augusto Aras será aquele que barrará qualquer tentativa de se envolver o presidente Jair Bolsonaro, no “chamado escândalo do MEC”.

Tudo isto é o que pensa Valdemar Costa Neto, o presidente do partido do qual o presidente é afiliado. A acusação contra o presidente é de que possivelmente ele tenha vazado para o ex-ministro Milton Ribeiro a operação da Polícia Federal. Em uma interceptação telefônica, a Polícia Federal encontrou um trecho onde o ex-ministro teria dito ter recebido do Presidente Jair Bolsonaro, a informação de que possivelmente a Polícia Federal iria fazer uma busca e apreensão em sua residência.

Aparentemente tudo fica no campo das suposições, já que em teoria, a investigação corre em segredo de justiça, mas vale lembrar aqui que quem primeiro pediu investigações sobre o caso, foi o próprio ex-ministro Milton Ribeiro, que antes de deixar o cargo no final de março, solicitou para a AGU investigar o caso.

Por conta do vazamento dos áudios mostrando a preocupação de Ribeiro em receber a visita da Policia Federal, o MPF pediu que parte dos autos fosse enviada ao STF, para apurar se houve interferência de Bolsonaro no caso.

Todo este acontecimento parece não estar preocupando o presidente Jair Bolsonaro, que ontem mesmo declarou ao programa 4 x 4, que está tranquilo quanto a isto, e que continua acreditando na inocência do pastor Milton Ribeiro.

A ideia de que Augusto Aras irá barrar uma possível investigação contra Jair Bolsonaro, é que a atuação do Ministério Público Federal tem sido muito favorável ao presidente, desde que a procuradora Lindôra Araújo, foi promovida ao posto de “Vice Procuradora Geral da União”. Desde que assumiu as investigações que miram o presidente Jair Bolsonaro, e seus aliados, ela tem apresentado sucessivas manifestações pelo arquivamento dos casos.

Essa linha de atuação causou estranheza dentro do MPF, porque contrasta com seu histórico de atuação, considerado por todos, como de linha dura em seus casos.

*Muito bem; parece mesmo que acusar sempre é muito fácil, mas as coisas se complicam mesmo é na hora de se provar as denuncias, principalmente se uma “linha dura”, é quem cuida do caso.

Créditos: Jornal O Globo, Site Metrópoles

Porque ele vive!

Vídeo dedicado a todos os pais, e a todos que sentem a falta do seu. Eu sinto a falta do meu, mas creio que ele vive, e assim conseguimos amansar nosso sentimento. Feliz dia dos Pais!

%d blogueiros gostam disto: