Um risco eminente!

Tudo o que está por vir, ainda pode ser evitado!

É muito importante que saibamos, o que é Grancismo.

Esta é uma tese criada pelo filósofo comunista marxista Antônio Gramsci, que influencia diretamente a nossa política e cultura, não só no Brasil como em toda a América latina e Europa.

A tese fala que para implementar o comunismo em uma sociedade, o melhor caminho é ir alterando a cultura e os valores éticos e morais do seu povo, pois uma sociedade culturalmente e moralmente fraca é muito mais fácil de aceitar revoluções.

Foi sabendo disso que Antônio Gramsci postulou o conceito de hegemonia cultural que trata do domínio ideológico de uma classe sobre a outra trazendo o enfraquecimento do capitalismo, culminando em uma revolução e ditadura comunista.

Mas para muitos, ainda persiste aquela duvida: de que forma isto impacta em nossas vidas?

Todas as inversões de valores existentes hoje no Brasil, implantada pela esquerda é completamente baseada no Grancismo, um plano de poder dos comunistas, que vem sendo adotados em vários países da América do Sul como Brasil Venezuela Cuba Bolívia Nicarágua em muitos outros.

Aqui no Brasil se tornou mais forte no governo de Fernando Henrique Cardoso quando permitiu a criação do fórum de São Paulo proposto por Lula e Fidel Castro.

O golpe comunista vem sendo aplicado na sociedade em etapas, e tudo começa com um governo populista quem planta o assistencialismo, criando bolsas e planos familiares com o objetivo de controlar a classe pobre, e garantir votos de cabresto nas próximas eleições.

Ainda nesta etapa os governantes promovem o inchaço da máquina governamental, com o aumento de cargos públicos para fidelizar em torno de 4 votos por grupo familiar.

Manipulam os meios de comunicação para que todos recebem dinheiro do governo, ficando assegurada a publicidade oficial com notícias distorcidas para manipular a população. Demonizam as Forças Armadas, e o regime militar taxando-o  de ditadura, criando uma imagem de inimigo inexistente.

A corrupção é algo comum no círculo de amigos do governo,  que estão protegidos pela impunidade. A delinquência, e a falta de segurança, são outros fatores que ajudam a prejudicar todos os que são contra o sistema. São criadas leis que prejudicam a ação policial e beneficiam os infratores.

Os mesmos que incentivam a separação entre a sociedade promovem ocupações de terras públicas e privadas e se beneficiam depois cobrando aluguel dos pobres que começam a residir nos espaços.

O nível Educacional da população passa a ser muito baixo, para que o povo se mantenha na ignorância sobre o controle do governo.

Ainda na educação, os governantes criam novas universidades, que promovem ensinamentos distorcidos a grupos que sustentam ideologicamente o sistema comunista. Há também um aumento abusivo dos impostos que oneram os

Trabalhadores, dizendo que esse valor é para redistribuição da riqueza sendo que na verdade servem para manter os luxos do povo que está no governo.

A mídia passa a perseguir os empresários nacionais, havendo quebra de muitas empresas, e a estatização de outras, e assim a classe média não consegue se organizar com a oposição. Na segunda etapa a destruição da classe média, com a divulgação de que ela é culpada pela pobreza dos outros, e pela discriminação.

Os governantes promovem também, várias modificações na Constituição, criando leis como a lei da mordaça a lei do aborto,  da censura, da legalização das drogas, e com isto a impunidade aumenta. Para completar, vem a criação de partidos, sendo um dominante e outros de falsa oposição. Já na terceira etapa, há a tomada do poder.

Os grupos de choques estarão presentes em atos  do governo, coibindo as manifestações da oposição, e fim da liberdade de expressão.

Ainda há tempo, pois todo este domínio cultural marxista que está presente no Brasil, precisa acabar, pois essa doutrina ideologicamente perversa, pode sim transformar o Brasil em uma Venezuela, e não está longe, muito pelo contrario.

O ultimo passo seria o de derrubar o governante que ousou interromper esta ação orquestrada desde a chegada de Fernando Henrique Cardozo ao poder, pois este que agora preside o Brasil, certamente não fazia parte dos planos comunistas já em andamento em toda a América Latina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: