A contravenção financiada por Georges Soros nos EUA!

0

Matéria sobre a influência maléfica de George Soros na política mundial, com financiamentos para estruturar ideologias através de sua fundação Open Society.

Toda e qualquer semelhança com o que vem acontecendo no Brasil, é mera coincidência, mas o bilionário progressista George Soros está por trás de grandes planos para mudar a composição política dos Estados Unidos e, a julgar por suas ambições, várias partes do mundo. Suas fundações estão por trás de doações que promovem boicotes e reivindicações sociais ligadas à agenda esquerdista, e isto nós sabemos perfeitamente. É por isso que não é estranho que investigações independentes revelem como ele deu milhões de dólares para distribuir “justiça social”.

No ano passado, já se falava de como 75 promotores americanos teriam sido eleitos para seus cargos graças ao financiamento de Soros por meio de sua organização Open Society Foundations. De acordo com o Law Enforcement Legal Defense Fund, cerca de US$ 40 milhões foram usados ​​na última década para financiar as campanhas dos promotores, que em meados de 2022 representavam “mais de um em cada cinco americanos”.

Depois de um tempo, o financiamento continua a render com os promotores tomando decisões que coincidem com as conclusões daquela investigação. O que o relatório retratou é que o objetivo de Soros era “transformar discretamente o sistema de justiça criminal para pior, promovendo políticas perigosas e narrativas anti policiais para promover sua agenda radical”, disse Jason Johnson , presidente do grupo que comandou o ataque.

Algumas acusações que não serão mais priorizadas pelo Gabinete do Procurador da Commonwealth – e, em vez disso, serão tratadas pela polícia e pelos tribunais – são furto, atropelamento e fuga com danos materiais, evasão da polícia, bebida em público, entre outros. O denominador comum é que são precisamente pequenos crimes, a partir dos quais a desordem e a anarquia começam nas comunidades. O oficial não prestará mais atenção a isso. Recorde-se que assumiu o cargo em 2020 após um investimento de George Soros de cerca de 660 mil dólares, revelou o New York Post.

O meio também faz uma afirmação importante. Se a filosofia do progressismo anunciada realmente funcionasse, em termos de desviar a atenção de pequenos crimes para crimes mais graves, os Estados Unidos “não teriam visto a onda nacional de crimes que começou em 2020 e continua até hoje”. Não seria especialmente pronunciado nas cidades que seguem justamente esta filosofia.

“Soros gastou milhões para apoiar essas filosofias extremas de justiça criminal, mas nem ele nem os promotores que ele apoiou se arrepende do aumento de crimes contra a propriedade, desordem ou mesmo assassinato”, acrescentou o portal.

Assim, pode-se dizer que o plano de George Soros está avançando nos Estados Unidos. Vários promotores que ele financiou nas eleições têm tomado decisões semelhantes às John Creuzot, em Dallas, Texas, que desistiu dos processos por roubos de “itens pessoais” avaliados em menos de US$ 750, analisou o Breitbart  com uma longa lista de casos semelhantes.

Nesse sentido, a organização Major Cities Chiefs Association (MCCA) analisou dados de 70 áreas urbanas no primeiro semestre de 2022 para compará-los com o mesmo período de 2021. O resultado indicou que, embora o número total de homicídios tenha diminuído ligeiramente na década de 70 áreas, os assassinatos em particular aumentaram em quase 30 áreas, incluindo cidades como Dallas, Atlanta, Washington DC, Denver, Nova Orleans, Baltimore e Milwaukee. As agressões graves passaram de 152.760 em 2021 para 156.735 em 2022. Os furtos passaram de 53.212 para 60.175.

Embora a diferença possa parecer pequena, parece que os esforços dos promotores também não fizeram muito para reverter os números. Assim, apesar de os portais progressistas se esforçarem para questionar os índices de violência, a verdade é que a discussão deveria ser sobre por que ela não diminui por ação da justiça.

FONTE: Oriana Rivas- PanamPost – 23/01/23

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: