O Avião X-47B, completa o primeiro exercício de reabastecimento não tripulado !

A Marinha dos EUA  realizou o primeiro exercício de reabastecimento aéreo Autónomo (AAR) com o X-47B. A aeronave autônoma encontrou-se com um avião-tanque Omega K-707 ao largo da costa de Maryland e Virginia, tendo êxito em  4.000 libras (1.814 kg) de combustível de aviação, uma vez que completou objetivo do teste final do projeto.

Numa conferência de imprensa, o capitão Beau Duarte,  gerente de um programa da Marinha, confirmou que em 22 de Abril, o X-47B realizou o último dos quatro exercícios de reabastecimento. Durante o teste de quarta-feira, o avião robótico tornou-se o primeiro a abordar de forma autônoma de um petroleiro, se reabastecer de combustível em pleno vôo, e pousar. Este foi o último de uma série de manifestações para mostrar que uma aeronave não tripulada pode realizar operações de ar padrão.

Duarte enfatizou que o X-47B não foi pilotado remotamente durante o reabastecimento. Em vez disso, a equipe de controladores de solo, e o petroleiro, deram ordens para a aeronave realizar as tarefas e os computadores de bordo executaram as manobras. A autonomia na manipulação, não só serviu para a navegação, mas também para os movimentos rápidos entre duas aeronaves.

Durante o exercício, o X-47B realizou reabastecimento “Estilo Marinha” , que usa um método da sonda-and-drogue onde o avião-tanque libera um tubo de alimentação de combustível, que termina em uma cesta cônica, ou drogue, enquanto as aeronaves estendem um tubo de alimentação, sôbre a cesta para vincular-se, e receber combustível.

Este é um exercício complicado, mesmo para um piloto humano, mas o X-47B realizou a tarefa usando uma câmera infravermelha ligada a um computador, um sistema de interface projetado pelo governo (RIS), a bordo do navio-tanque,  para a comunicação entre as duas aeronaves, e uma combinação de GPS com sistemas de navegação por inércia.

Este sistema permitiu que o X-47B se aproximama-se do navio-tanque, se mantivesse à distância, encontrasse a cesta, e  introduzisse a sonda para ser abastecido.

Com um contrato com a Marinha dos EUA, a Northrop Grumman, construiu dois aviões X-47B, nomeados de Salty Dog 501 e Salty 502. Embora o X-47B não seja tripulado, não é um drone. Ao contrário, é um veículo aéreo autónomo, o que significa que ele executa missões de acôrdo com instruções pré-programadas em vez de estar sob controle constante por um piloto em terra.

A Marinha diz que o próximo passo, será o de desenvolver um sistema mais robusto e confiável, que pode operar fora da faixa de terra e em uma variedade de condições climáticas, o que pode significar o uso de abordagens diferentes do que o utilizado na quarta-feira.

O X-47B é um protótipo, e seu design é muito diferente do UCLASS,  e a Marinha alega que seria impraticável para reconstruí-lo para o programa UCLASS. A Marinha não vai usar o que resta do orçamento do programa para realizar mais testes antes das atuais aeronaves, estarem desativadas, e enviados para um museu.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: