É como se fosse a letra de um samba, mas “Ai foi que o barraco desandou, Nessa que meu barco se perdeu…”, mas foi fato real. Perece mesmo que a Janja se transformou do para-raios do atual mandatário do Brasil, e tudo precisa ser filtrado por ele, como se ministra da Casa Civil ela fosse.

O papo que rola, é que a Janja barrou a vontade de Gleisi Hoffmann em se tornar uma das ministras do novo governo.

Segundo o jornalista Fernando Mathias, o novo presidente comunicou a aliados que a presidente do PT, a deputada federal Gleisi Hoffmann, não seria ministra ou teria qualquer cargo em seu futuro governo. Gleisi foi coordenadora da campanha do petista e era cotadíssima para comandar alguma pasta.

A declaração aconteceu, já no primeiro dia de governo em reunião fechada com congressistas do PT. O atual presidente teria recomendado a Hoffmann, que cuidasse apenas do partido. O mandato de presidente da sigla vai até novembro de 2023. De acordo com estatuto da agremiação, por ela já ter sido reeleita, não poderá ter um terceiro mandato, a menos que se faça uma reforma das regras da legenda.

De acordo o jornalista, o chega pra lá Gleisi, foi da esposa do presidente, Rosângela da Silva, conhecida como Janja. As duas não aparentam ter uma relação muito amistosa, apesar de seguirem postando algumas agendas juntas. Dizem que a Janja teria ciúmes de Gleisi em relação à proximidade afetiva com Lula.

Fato é que não é somente a relação entre as duas que não anda bem, pois conforme outras matérias jornalísticas, existe de fato um racha entre a ala mais radical do PT que é formada por Janja, Gleisi Hoffmann, e Flávio Dino, e outra ala mais pragmática que está sendo comandada pelo vice Alckmin, que segundo fontes está mandando mais do que devia.

Seria este grupo mais radical, que estaria levando o atual presidente a demonstrar um revanchismo que já não se esconde mais, contra todos aqueles a quem ele considere inimigos.

OPINIÃO:

Pois é; parece que o barraco desandou realmente, não somente pela ingerência da esposa do atual presidente em reuniões que deveriam ser somente para integrantes do governo, como também da ala radical que a muito tempo vinha destilando veneno, e prometendo retaliações a tudo e a todos.

FONTE:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: